Já teve aquela sensação de estar focado em algo que aparentemente não traz resultados? Aquele sentimento de estar perdendo tempo com alguma tarefa que é menos promissora que outras?

Pois é, qualquer um já passou por isso quando envolvido em algum trabalho ou projeto, principalmente na área criativa (e empreendedorismo em geral). Essa situação é comum, mas, pode sim ser resolvida. Sabe como? Com o Princípio de Pareto!
 

“80% das consequências advêm de 20% das causas.”

 

O cientista Vilfredo Pareto nos diz que, aplicando sua lei (também conhecida como Princípio 80/20) à produtividade, podemos/devemos nos esforçar em 20% das tarefas identificadas como mais importantes e obter 80% dos resultados mais cobiçados naquele determinado objetivo.

Pareto tinha a visão de que na sociedade as pessoas se encaixam basicamente em dois grupos, os “alguns de muito” e os “muitos de pouco”, numa proporção de 80-20. Indo mais fundo, segundo seus estudos e estatísticas, à época, na Itália, 20% dos proprietários possuíam 80% das terras.
 
O princípio de Pareto - 80/20
Claro que podemos utilizar esta teoria apenas como base, como resultado aproximado, já que estes números são arbitrários, podendo variar. Alguns gurus da produtividade e empreendedores bem-sucedidos afirmam que geralmente perdemos muito tempo com ações desnecessárias. O que é nitidamente verdade.
 

Exemplos da aplicação de Pareto

 

• Em vendas comissionadas, 20% dos vendedores ganharão mais de 80% das comissões (estimativa).

• Uma livraria não pode ter todos os títulos do mercado, portanto ela foca em 20% dos títulos que geram 80% da receita (foco).

• Estudos mostram que 20% dos clientes geram mais de 80% dos lucros de qualquer negócio.
 

Creio que para adotarmos esse princípio nos momentos dedicados a produzir, criar, temos que antes de tudo saber exatamente quais são as ações que representam maior importância em determinada situação, e que podem assim, corresponder ao ‘fator sucesso’ mais rápida e assertivamente.

Estamos falando basicamente de pragmatismo e praticidade. Este conceito simples serve-nos como um norte para atingir metas e objetivos com foco nas ações significativas. Eu, particularmente, tento analisar e identificar os fatores mais importantes dentro do meu trabalho e focar minhas energias neles. O intuito é o mesmo sempre: obter maior resultado (seja lucro ou qualquer outro ‘bem’) com o menor esforço e stress. Você já aplica a lei de Pareto em seus trabalhos, tarefas, negócio? Tell me more…